• Daniel Moura

Saara

Updated: Jul 10, 2020

Quando secar o rio

dos meus olhos

sedentos de ti

e eu não pensar mais tanto

em teu olhos

tão longe de mim

e nem a dor gritar tão forte

em meu peito

e sem jeito ela estancar

e quando a saudade

acostumar meu coração

e nem canção existir mais

pra te cantar

e os teus pés

já não pisarem no deserto

do meu chão

e teu vento

no meu ventre

não ventar,

é porque a secura

desta ausência

me queimou

e o silêncio

da tua voz

já me calou.


Daniel Moura – dez/1979


6 views0 comments

Recent Posts

See All