• Daniel Moura

Teimosia


Não!,

direi toas as vezes

que tentarem tirar de mim

esta estranha vontade de voar,

ser pássaro

(ou coisa parecida).

Nunca irá embora de mim

este lirismo encantado

pelo encanto das coisas simples

simplesmente nuas

imprevisivelmente belas

imprescindivelmente nobres

arrancadas da nobreza

do interior das gentes.

Consentirei sim!,

quando me falarem de sóis, de estrelas,

de trevas, até,

mas que tragam o cheiro,

o sabor,

o colorido do homem,

neste esplêndido mistério,

nesta metamorfose

que o faz filho de Deus.

Daniel Moura 12/12/1978


26 views0 comments

Recent Posts

See All