• Daniel Moura

VIVER EM PLENITUDE



Viver é muito bom, mas não basta.

É preciso viver com intensidade,

absorver tudo o que a vida pode nos dar.

É preciso ser feliz, saborear cada dia,

sorver o suco da energia vital

soprada em nós pelo Criador.

Com encantamento, buscar a plenitude,

deixar que os olhos brilhem e iluminem,

contagiem, contaminem,

embelezem o ambiente à nossa volta.

Plenitude é viver como os ipês:

Recolhidos no outono de suas vidas

revestem-se de lindas flores ao final do inverno,

amarelo dourado que anuncia

a primavera multicolorida que vai chegar.

Semeiam esperança nos ventos, no azul,

no olhar de quem tem olhos para enxergar o belo.

Vida escondida que brota dos galhos secos

de muitos outonos e primaveras e verões e invernos...

Plenitude total, sem reservas, é abertura ao novo,

é sonhar sem limites e realizar o possível,

ter e dar prazer, enxergar e viver a vida

como um dom para si, para os outros, para Deus.

Plenitude, como um ipê, é espalhar esperança,

espantar a tristeza e explodir alegria.

Viver em plenitude a plenitude da Vida,

é a nossa proposta pra você, neste Encontro.

Daniel Moura


(17º Encontro da Feliz Idade)

0 views0 comments

Recent Posts

See All