• Daniel Moura

LIVRE, LEVE E SOLTO...


O encontro com a verdadeira liberdade

é resultado de um longo caminho que se inicia

e termina dentro do próprio caminhante.

E, ao final da jornada, ela aparece

como um prêmio, um presente,

um dom que nunca esteve escondido,

nunca esteve longe,

ao contrário, iluminada pelo desprendimento,

esteve sempre ao alcance das mãos

que aprenderam o segredo da partilha,

da doação, da solidariedade, da entrega...

Mas, para que haja esse desapego,

é necessária uma mudança de atitude:

andar mais leve, soltar as amarras, desprender os grilhões de tantos pesos físicos e emocionais

arrastados ao longo da vida.

Para conhecer a verdadeira sensação

de uma leveza que contagia, reverbera,

expande-se, cresce e se espalha,

é preciso ter pleno conhecimento de si,

encontrar-se consigo mesmo,

viajar em direção ao seu “eu profundo”

onde moram seus sonhos,

sua identidade, seus anseios

mais puros e genuínos.

A gente só é livre para voar em direção ao outro.

Não existe liberdade sem vôo,

pois a liberdade é o caminho do amor.

Só os livres amam,

só os livres são libertadores.

Libertos pelo Amor maior,

emprestam suas mãos, seu ser,

seu tempo, seus olhos

para serem instrumentos de vôo,

asas de luz,

trilhas de felicidade...

para os outros.

Daniel Moura


(27º Encontro da Feliz Idade)

0 views0 comments

Recent Posts

See All