• Daniel Moura

Caçada


Eu busco o encontro de muitos

dentro de mim.

Eu procuro o ilimitado do meu limite.

E na confusão dos muitos,

que nasça e prevaleça

o de mais novo ser

e coragem.

E que assim

deixe eu

de buscar-me ao longe,

a olhar no vago,

no alto dos montes

verdes de batalha,

nos vales,

a buscar-me perdido,

há muito tempo,

nas horas.

E me encontre aqui

comigo mesmo

de uma vez por todas.

E nunca mais

faça parte

de um “tic-tac”

de relógio.

E nunca mais

crie asas

pra voar

fora de mim. . .

Daniel, 1976

0 views0 comments

Recent Posts

See All