• Daniel Moura

A Rua

Andante que passa pela rua

e simplesmente passa

é simplesmente um andante

que passa

e nada mais.

E nada mais

caracteriza tão bem

o ser humano.

Se dizem:

é João

é fulano

é José

é aquela que. . .

é aquele que. . .

nada dizem.

O que passa pela rua

é apenas o que passa pela rua

dentre os que passam pela rua.

E se não é notado

é bem mais caracterizado ainda

porque é um dos que passam pela rua.

E é muito importante

ter a (in)significância

de um andante

e ser um

daqueles que passam,

porque, se não o houvesse,

não haveriam

os que passam pela rua

e não havendo

os que passam pela rua

não haveria rua

e com a rua

tanta vida!


Daniel/75

0 views0 comments

Recent Posts

See All