• Daniel Moura

ÁGUAS DA VIDA


Nossa vida segue o caminho das águas:

Nasce pequena, miúda,

cheia de promessas, carente de cuidados...

Entre corredeiras e correrias

recebe outras águas, pessoas que se cruzam,

influenciam e crescem como gente e torrente.

Há pessoas e águas que entendem

os limites dos barrancos, das margens

e correm fortalecidas no leito natural

e servem às populações ribeirinhas.

Matam a sede, geram energia, irrigam plantações

e trazem vida nos passos, no olhar,

nas mãos, nas cachoeiras.

Outras pessoas e águas não entendem os limites.

Sofrem e fazem sofrer,

devastam plantações e vidas,

inundam, estragam, rompem

e acabam solitárias nos brejos da existência

sem chegar a lugar algum.

Mas há pessoas e águas especiais:

Caem chuva e embrenham-se nos vãos da mãe terra

e recebem o calor, o amor, a essência do ser.

Voltam à superfície do dia-a-dia

quentes, acolhedoras, terapêuticas,

solidárias, alegres, cheias de vida.

Neste encontro da feliz idade,

queremos aprender

a mergulhar bem fundo no calor da vida,

para nascer repletos de felicidade

e encontrar o caminho que nos irmana

com todas as águas

e nos leva à imensidão do Mar...

Neusa Massote


(16º Encontro da Feliz Idade)

0 views0 comments

Recent Posts

See All